Friday, December 14, 2018
Banner Top

Quem não gostaria de ter olhos azuis e um corpo tonificado sem ter de ir ao ginásio? Pois bem, até agora, todas as nossas caraterísticas derivam da informação genética herdada dos nossos pais, mas será que no futuro vai ser assim?

 

Gostamos de comparar o DNA a um livro de instruções que permite a formação completa de cada um de nós.

 

Este livro é escrito pela combinação de 4 nucleótidos, representados pelas letras A, T, C e G, e que juntas compõem tudo aquilo que somos. Embora só aqui estejam representados 6 pares, cada uma das nossas células tem cerca de 3 mil milhões de nucleótidos!

 

Por isso, costumamos dizer que “o futuro não está nas nossas mãos, está no nosso DNA”. Sabem porquê? Como todas as nossas características físicas, a tendência que temos para desenvolver determinadas doenças é também determinada por estas combinações de nucleótidos, nomeadamente quando acontecem “erros nesta escrita”.

 

A troca de apenas uma letra, como estar um T onde deveria estar um A, pode conduzir ao desenvolvimento de doenças muito graves como o cancro.

 

Mas será que existe alguma forma de corrigir estes erros? A verdade é que sim, já é possível alterar o DNA humano a partir de um método chamado CRISPR.

 

Funciona como um corretor ortográfico, percorrendo o DNA até encontrar a letra que se encontra mal posicionada, cortando-a e permitindo a sua correção. É de tal forma preciso que em milhões de letras consegue corrigir exatamente a que está errada!

 

Este método está já a ser testado para o tratamento de alguns tipos de cancro e são esperados resultados bastante promissores. Para além disto é relativamente barato e de utilização simples.

 

Mas, esperem lá… Será que é seguro alterar o DNA de forma tão fácil? Acham que é eticamente correto?…  Nós, os cientistas, não estamos interessados em mudar a cor dos olhos ou em ter músculos grandes! Queremos sim avançar na luta contra o cancro e todas as outras doenças genéticas!

 

Assim, alertamos para o facto de que o CRISPR, embora se trate de um método com um enorme potencial terapêutico, nas mãos erradas, pode ser desastroso e alterar para sempre a espécie humana! … E, confessamos, neste aspecto, temos de dar o braço a torcer: O futuro não está apenas no nosso DNA, está também nas nossas mãos!

 

©Catarina Raposo & Isa Mestre | CBMR

Já é possível alterar o DNA humano a partir de um método chamado CRISPR. Funciona como um corretor ortográfico, percorrendo o DNA até encontrar a letra que se encontra mal posicionada, cortando-a e permitindo a sua correção.

Banner Content

0 Comments

Leave a Comment