Friday, December 14, 2018
Banner Top

Um grupo de investigadores a trabalhar nos Estados Unidos acaba de criar o primeiro rim biónico. A invenção, baseada em células de silício, previne o tratamento por hemodiálise e funciona a partir dos impulsos cardíacos do paciente.

Como explica William Fissell, médico responsável pela investigação,  “o dispositivo trata-se de um microchip,  desenvolvido pela indústria da microeletrónica computacional”.

 

Este novo rim artificial combina, então, uma série de elementos orgânicos e eletrónicos, sendo, em termos de aspecto, muito semelhante a um rim humano.

Embora o dispositivo ainda esteja em fase de teste em seres humanos,  os dados recolhidos permitem prever uma boa perspetiva de sucesso.

 

Repare-se que este rim biónico seria capaz de filtrar e purificar completamente o sangue do paciente, evitando assim o doloroso tratamento por hemodiálise.

Tendo recebido, em 2015, uma doação de 6 milhões de dólares, do Institute of Biomedical Imaging and Bioengineering (Nibib), a equipa de investigadores apresenta agora um protótipo,  do tamanho de uma chávena de café, que consegue optimizar a pressão arterial e o equilíbrio entre sódio e potássio no corpo.

Os investigadores acreditam que as opções podem ainda ser mais amplas e que, dentro de dois anos, o rim biónico pode mesmo estar disponível para venda.

Este rim biónico seria capaz de filtrar e purificar completamente o sangue do paciente, evitando assim o doloroso tratamento por hemodiálise.

Banner Content
Tags: , , , , , , , ,

Related Article

0 Comments

Leave a Comment